Apenas um corpo de luz

Senhor, no silêncio desta prece, venho pedir te a paz, a sabedoria , e a força.
Quero sempre olhar o mundo, com olhos cheio de amor. Quero ser paciente, compreensivo e prudente. Quero ver além das aparências, teus filhos, como vós mesmo os vê, e assim Senhor ver somente o bem, em cada um deles. Fecha meus ouvidos a todas as calúnias. Guarda minha língua de todas as maldades, para que só de bênçãos se encha meu coração. Que eu seja tão bom e alegre, que todos aqueles que se aproximarem de mim, sintam a Tua Presença. Reveste-me de tua bondade Senhor, para que no decorrer deste dia, eu te revele a todos. Que assim seja! AMÉM.

segunda-feira, 19 de março de 2012





Alerta de acontecimentos vinda do Astral, narrado pelo espírito Mejer!

Em algum lugar do astral o espírito Majer e seu grupo de espíritos colaboradores que faz visitas em vários lugares, a fim de recrutar espíritos encarnados para auxiliar nos trabalhos de alto ajuda aos espíritos subjugados pelos senhores das trevas.  foi surpreendidos pela visita de um Guardião Luberg.

- Majer, precisamos agir rapidamente.
- O que aconteceu, Luberg?
- Após descobrimos que uma das estratégias de ataque das organizações do Mal era atacar a região Brasileira, atingidas pelas torrenciais chuvas, (no Rio de Janeiro e Santa Catarina) deixei uma equipe de plantão, no espaço espiritual correspondente as cidades mais atngidas. Acabei de receber a informação de que um grupo de soldados a serviço das trevas – quase trezentos – vai invadir as cidades nas próximas horas.
OBS: Corpo de Luz -  pelas narrativas de nossos irmãos espirituais, podemos deduzir que muitas das tragédias causadas são negligencia e imprudência dos próprios encarnados, que com seus pensamentos negativos seja ele individual ou coletivo, “geraram sobre suas cidades e bairros” onde reside intensas nuvens Negras de cargas negativas, causado com isso as tragédias ocorridas, como eu, também faço parte desses grupos de resgates de espíritos no astral posso garantir que, a única forma de evitar essas tragédias é e sempre será os bons pensamentos e a fé, de seus moradores.

- Qual é a intenção?
- Criar mais tumulto, mais desespero e mais revolta. Na verdade, essa tropa pretende “preparar o terreno” para que, posteriormente, os agentes especializados em atuar nessas situações entrem em ação.
- Convoque os lanceiros e os guardiões que puder. Nós nos encontraremos na região que será alvo do ataque, em uma hora.

Luberg partiu e Majer solicitou a um seareiro que nos acompanhava que leva-se nosso pedido de ajuda a grupos “Espíritas, Igrejas e templos budistas”. Todos os que estavam aptos e conscientes do perigo, deveriam agir, não em nome dessa ou daquela Filosofia Religiosa, mas em nome do amor a Humanidade.
Em pouco tempo, muitos espíritos se fizeram presente. Padres, pastores, mães, e pais de santos, representantes dos movimentos espíritas – todos desencarnados.
Uma hora depois nossa equipe, que agora contava com muitas dezenas de “servidores” do Bem se juntava a equipe formada por Luberg, constituída de lanceiros e guardiões, todos habituados a combate dessa natureza.

Havia muito sofrimento na região onde estávamos. Pessoas desmotivadas, desesperadas e incrédulas arremessavam na atmosfera (pensamentos) uma espécie de fuligem psíquica que, de certa forma comprometia nossa ação.
Luberg argumentou:
- Necessitamos de um ponto de apoio, para montar nossa “trincheira”  de resistência ao ataque. As forças-pensamentos dos encarnados podem prejudicar nosso trabalho.
Um frei que auxiliava informou.
- Há uma igreja, no plano físico , não muito longe daqui, onde alguns fiéis, nesse momento, estão rezando uma missa. Podemos aproveitar o psiquismo do ambiente para ajudar na criação do campo de proteção.

OBS: Nessa situação onde as pessoas se encontram, fragilizadas, os seus clamores são mais ricos de sentimentos de fé, de amor ao aclamar ajuda dos planos Divinos, por isso as emanações de pensamentos é extremamente forte e inquebrantável, em quanto duram.

- Ótima idéia! Vamos para igreja.
Era algo acalentador observar a reunião daqueles espíritos. Não havia preconceitos, nem desejos de impor idéias. Tratava-se verdadeiramente de um mutirão em trabalho coletivo para proteger um grande número de encarnados.
Enquanto o padre encarnado e os fiéis da igreja, cerca de cem pessoas realizavam a missa, todos nos reunimos acima da igreja. Éramos um total de cento e vinte irmãos, reunidos em torno de um ideal comum.
Seguindo as orientações de Majer, todos mentalizamos um campo de proteção em forma piramidal. Os encarnados reunidos na igreja, sem saberem, também contribuíam, porque retirávamos ectoplasma de muitos deles, para auxiliar na nossa tarefa.

Depois de quase trinta minutos, o campo de força estava formado. Luberg explicou a todos, que a criação de campos de proteção, é muito comum nas instituições religiosas e que aquele campo de força, era de maiores proporções, devido a necessidade daqueles momento. Torna-se difícil explicar como se dá a formação desses campos de força. Então simplificar, os irmãos imaginem uma pirâmide gigante formada de energias, era isso que acontecia. Não demorou muito para os soldados do Mal (espíritos errantes) chegarem. A equipe que conduzia os demais se chocou bruscamente com o campo de força, alguns chegaram a desmaiar por causa do impacto. O comandante das forças do Mal, não demorou muito para peceber o que estava acontecendo e imediatamente ordenou que seus soldados atirassem contra o campo de força.

A principio, pode soar estranho a expressão “atirar contra o campo de força,” mas era exatamente o que acontecia. Portando armas, construídas nos laboratórios localizados no “submundo” astral, os soldados disparavam contra a pirâmide. Cada espírito malévolo utiliza a “arma” que esta ao seu alcance, de acordo com sua capacidade intelectual e sua força mental e de acordo com o grau de importância que representa dentro da facção que faz parte. Aqueles eram espíritos maldosos, porem não ocupavam nenhum cargo de maior importância no âmbito das organizações maléficas. Por certo, se um Mago-Negro se deparasse com um campo de força usaria outra estratégia para tentar desintegra-lo.

O comandante ordenou aos soldados que não parassem de atirar A descarga elétrica emitida pelas armas, gerava um impacto sobre nós, que mantínhamos o campo de força; não obstante, não nos causava maiores problemas. Depois de algum tempo o comandante da tropa, disse aos seus comandados:
- Parem de atirar, me acompanhem, acho que sei como vamos invadir esse local.
- Para onde vamos? Indagou um subalterno.
- Vamos concentrar nossa atenção na cidade de C...lá esta acontecendo algo neste momento que podemos nos favorecer a entrada.

Sem que percebessem, Mejer e eu acompanhamos a certa distancia a tropa. Não demorou muito e avistamos, cerca de cem indivíduos encarnados invadindo e saqueando um supermercado. Os donos haviam abandonado o estabelecimento comercial as pressas, por medo, evidentemente. Alguns agitadores gritavam: “vamos pegar tudo”, “esqueçam a honestidade” “já sofremos demais”. Os pensamentos e, evidentemente, as
Corpo de Luz - Erick
atitudes daquele grupo de pessoas emitiam uma espécie
de “carga energética”, que ia de encontro ao campo de força e, a semelhança de algo corrosivo, passou a provocar rachaduras no campo de proteção, por uma questão de sintonia, passaram a manipular mentalmente a pequena multidão de saqueadores, que por si mesma, já estavam em total desequilíbrio. Para agravar a situação. Os encarnados, em fazer a mínima idéia do que estava acontecendo, encerraram a missa e acabamos perdendo o nosso ponto de apoio.

Os soldados do Mal voltaram a atirar contra a pirâmide. Luberg e toda a equipe resistiam bravamente, mantendo o campo de força. Apesar disso, mesmo sem o rompimento do campo de proteção, alguns encarnados que saqueavam o supermercado, começavam a ser manipulados de maneira mais intensa por espíritos que se encontravam no lado de fora da pirâmide.

Devido a ação infeliz das pessoas que saqueavam o supermercado, tínhamos duas forças negativas atuando contra o campo de força. Uma que vinha da ação da tropa de soldados – de fora para dentro – e outra, oriunda da agitação e desequilíbrio do grupo de encarnados, que perdiam a compostura e a dignidade – de dentro para fora.

Notando o enfraquecimento do campo de força, indaguei a Mejer:
- O campo de proteção está enfraquecendo, parece que a “luz” esta perdendo para as “trevas” o que vamos fazer?
- Permanecemos orando e com nossas mãos estendidas em direção ao alto, esforcemos-nos ao máximo para manter o campo de força. Quanto a sua observação, amigo, peço para que não se esqueça de que não somos espíritos luminares. Ainda não conseguimos atender ao pedido do Cristo: “Fazei Brilhar a Vossa Luz” O que temos é boa vontade e coragem para lutar.

OBS: Corpo de Luz - E ainda tem médiuns encarnados que se acham dotados de dons, poderes, e capacidades invejáveis, mal sabem que ainda estão engatilhando, e para construir uma  luz interior, é preciso bem mais do que um simples don imaginário.

Para não ser inoportuno, mediante a gravidade da situação. Calei-me. A batalha perdorou por mais quase uma hora. Outros pequenos grupos de encarnados, não muito longe dali, rebelavam-se contra os homens da Defesa Civil, porque não desejavam sair de suas casas, uma vez que corriam o risco de desmoronar. A pirâmide passou a perder força. Não havia mais como manter o campo de força. De repente houve uma explosão, e a pirâmide se desfez diante de nós. A tropa comemorou, reorganizou-se e partiu para o ataque, a idéia era criar o máximo de tumulto possível entre os encarnados. Eles só não contavam com a nossa presença, fizemos um cordão em torno da primeira cidade que iriam atacar, ao nos ver o comandante assim se expressou:
- Então eram vocês, malditos! Por isso tivemos dificuldade em destruir o campo de força. - Como vocês souberam de nosso ataque?
- Como você vê somos bem informados – respondeu Mejer.
- Isso não importa, vocês não poderão nos deter, entraremos na cidade de qualquer maneira.
- Vocês não entrarão. Um ataque dessas proporções não acontecerá.
- E quem vai nos impedir? Vocês? Antes que Mejer respondesse, ouvimos uma voz potente, que respondeu: - eles e nos, meu amigo! O  médico alemão habituado a essas batalhas, Doutor Klaus, apresentou-se com uma equipe de vinte guardiões. Junto dele, o “bando de Lampião” e um dos Pais-Velhos mais respeitados que já conheci, Pai João de Aruanda. O comandante da tropa sabia que não conseguiria vencer e por isso ordenou aos soldados que recuassem. Todos debandaram, o comandante, antes de se retirar, asseverou: Não fiquem felizes fomos pego de surpresa, por certo alguém nos delatou, mas isso não vai ficar assim. Vocês não perdem por isperar, com o afastamento da tropa, Mejer e Luberg agradeceram pelo apoio das equipes coordenadas por Klaus, Lampião e pela presença de Pai João, com o desejo de tranqüilizar o guardião, o médico alemão argumentou.
- Seu propósito não é diferente do nosso, unidos, conseguiremos corresponder a expectativa da Espiritualidade Superior. É uma pena que os encarnados não tenham uma visão mais abrangente dos fatos – Como sabe, os Espíritos Superiores já estão cuidando disso, cada vês mais se tornarão naturais as obras mediúnicas, que falem da ação dos Senhores das Trevas, recebemos permissão “para despejar” as verdades da vida extra física “na cabeça dos encarnados”. É claro que isso vai causar muita dor de cabeça, lá “embaixo” especialmente na cabeça dos “doutores”  em Espiritismo.

- É uma pena, doutor, que apenas a informação não baste! Sem duvida, porem, já há – como sabe – uma movimentação das trevas, no sentido de tentar evitar que tais obras literárias cheguem até os encarnados, e se estão preocupados é porque o propósito dará resultado, só espero que os responsáveis encarnados, por serem interpretes dessa realidade, não se acovardem.
- Unimos-nos todos e de mãos dadas fizemos uma prece de agradecimento a Misericórdia Divina.

Esse trabalho foi realizado e, psicografado por; Aguinaldo Paviane pelo espírito José Lazaro.


Corpo de Luz

Aqueles que gostam de meu trabalho, e querem participar do meu blog, é só sessar o link; http://wwwapenasumcorpodeluz.blogspot.com.br/ .....E fazer parte dessa Família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas atualizações: