Apenas um corpo de luz

Senhor, no silêncio desta prece, venho pedir te a paz, a sabedoria , e a força.
Quero sempre olhar o mundo, com olhos cheio de amor. Quero ser paciente, compreensivo e prudente. Quero ver além das aparências, teus filhos, como vós mesmo os vê, e assim Senhor ver somente o bem, em cada um deles. Fecha meus ouvidos a todas as calúnias. Guarda minha língua de todas as maldades, para que só de bênçãos se encha meu coração. Que eu seja tão bom e alegre, que todos aqueles que se aproximarem de mim, sintam a Tua Presença. Reveste-me de tua bondade Senhor, para que no decorrer deste dia, eu te revele a todos. Que assim seja! AMÉM.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

**PLANETA TERRA PORQUE**

OS SERES TERRENOS AS VEZES NÃO SABE O QUE FAZEM

PSICOGRAFIA:

As vezes nos deparamos com acontecimentos nesse mundo terreno que escapa os nossos sentidos de entendimento, muitos são os sofrimentos do ser humano, alguns acontecimentos são tão trágicos, “como as enchentes que chega alagar cidades e bairros inteiros, inundando as casas e fazendo vitimas desconsoladas pela perda de bens materiais e até a vida, como acontece com as casas e barracos construídos nas encostas”. Mas nada se compara ao fogo, pois num incêndio o sofrimento é muito mais torturante por quem é vitima e por aqueles que assistem as tragédias, quando chega a calmaria de um incêndio “vê nos locais cadáveres destroçados, carbonizadas de angustias”, seja esse acontecimentos nas cidades ou nas florestas, onde se encontra animais indefesos na crueldades dos seres humanos.

 As vezes alguns incêndios acontecem sem explicação, “e quando se faz uma investigação nota se que foi criminoso”, causado por alguém sem coração naquele
Corpo de Luz - Erick
momento, como tudo que acontece nessa escola chamado terra, “a sempre alguém negligenciando e usando seu livre-arbítrio em atos malignos”, como por exemplo, um médico que no seu atendimento em um pronto socorro, deixa de atender um enfermo na sua agonia só porque estava na hora de seu café, ou a negligencia de uma enfermeira que faz pouco caso das dores alheias aos seus cuidados, pobres criaturas sem consciência, não sabe que estará construindo suas próprias dores e grandes sofrimentos após a morte, pois todas as dores que venha causar a um enfermo por negligencia, como; angustias, medo, sentimentos de pavor etc, “irão também sentir nas  entranhas de seus espíritos todas as sementes plantadas”, pois não faltará testemunhos de milhares de espíritos que povão os lugares nos acontecimentos da vida de um ser.
PORQUE? EM ALGUNS CASOS A GANANCIA APENAS DESTROI

Muitos devem estar se perguntando, porque eu Corpo de Luz (Erick), escrevo essas mensagens? Porque, é uma obrigação minha alertar aos meus irmãos de jornada terrena das “verdades que os espíritos nos traz”; para o nosso entendimento sobre as tragédias que os seres humanos passam por suas próprias negligencias, cada ato na vida de uma pessoa, tem suas conseqüências, e será cobrado, seja nessa vida ou em outra. “Porem assim narra um irmão espiritual que passou no estagio da terra, e em uma de suas encarnações foi um incendiário e narra os seus sofrimentos pelos erros cometidos, que começa assim”;

Recordo-me quando estive na terra a ultima vez, era um escritor e escrevi grandes volumes de obras magníficas, encerravam meu pensamento que para mim era tesouro e quando mais satisfeito eu estava com o fruto de minhas tarefas, sem saber a causa, a livraria que eu tinha com todas as minhas obras pegou fogo, e, menos de sessenta segundos, ficou reduzida a cinzas meu trabalho, “os desvelos de todo meu trabalho e de minha vida como escritor”, muito sofri com isso, e senti ainda mais o que talvez fizera sofrer, porque já tinha a clara intuição de que vivera antes, e resignado deixei a terra, constatando que existia. E quando minha razão dominou meu novo estado, vi minhas passadas existências, e encontrei a causa da destruição de meu trabalho.

“Quem com ferro fere, com ferro será ferido”, eu havia atirado ao fogo em milhares de manuscritos, fruto de vigília dos sábios, e eu, na destruição da primeira biblioteca que se fundou na Alexandria por Soter, tomei parte muito ativa e, em outras encarnações, continuei destruindo o fruto precioso do saber humano, em muitas existências, mais razoável, consagrei-me a escrever, mas nunca minhas obras refletiam a Luz, sempre o fogo a destruiu, pois quem o fez, que o pague. Pois aquele que um dia teve a satisfação de destruir o maior bem da terra, “os conhecimentos”, não merece perpetuar seus pensamentos, estes devem perder-se, como se perde as marcas do homem na areia. “Eu estarei sempre trabalhando e escrevendo, sem descansar um só instante, para levar a voz dos espíritos, irmãos invisíveis aos olhos humanos, porem sempre visível as almas puras de coração”. 
A COMUNICAÇÃO DOS ESPÍRITOS SERÁ SEMPRE UM CONSOLO

Propagando sempre o voz do “ESPIRITISMO”, na filosofia e a “UMBANDA BRANCA”, nos trabalhos mediúnicos nas comunicações dos “Espíritos”, será a redenção da humanidade. E sabes por que? Porque evitarás grandes abusos, “atos puníveis dos quais sofrem as conseqüências, por viverem maus os terráqueos, pois as fraudes os seduz, a hipocrisia os alegra, vossos costumes deixam muito a desejar, e já é hora de regeneração”. Eu pergunto, não cansais de viver nas sombras? Não vos entristece ver vossos gênios, que se por um lado chegam ao Céu da sabedoria, por outro descem até perder-se no abismo? A verdadeira vida é bem mais harmônica, mais aprazível, vossos dias sem calma, vossas noites sem sono, “são o resultados de vossos anteriores desacertos”, não a demonstração da vida que nos foi dada para altos fins.

Olhando a formosura da “NATUREZA”, o encanto a perfeição das espécies, não vos angustia olhar o homem e a mulher, que sempre esta em desacordo com as manifestações de sua inteligência e de seu sentimento? Estudai, Inquiri, perguntai, “pois Jesus já dizia, para conhecer o Céu, basta que conheça a si mesmo”. Não percais as horas em passatempos vãos, empregai-as em úteis trabalhos de estudos e caridades e evitareis enumeráveis sofrimentos em suas vidas. Vereis a diferença de caminhar entre abrolhos ou entre flores.

Todos os condenados da terra, sonham com o indulto,  que pode minorar suas penas, vós não sonhais com uma vida melhor? “Sim sonhamos, bom espírito”, e estamos agradecidos  a providencia porque nos permite se comunicar-nos através da mediunidade contigo e com outros espíritos, dando-nos facilidades para transmitir vossos pensamentos, aos quais alcançamos nossas idéias, como se enlaça a hera humilde a arvore gigantesca dos sentidos. “Eu vos agradeço, porque quanto nos é consoladora as comunicações do alem tumulo”, somos felizes porque ao nos ferir o infortúnio, podemos dizer com intima convicção; “tudo tem sua causa”, procuremos ser bons e seremos felizes.

Queira Deus nosso Pai, que estas linhas que escrevo sob inspiração de um “Espírito”, “atraiam a atenção de uma família que vive sem esperança, num sofrimento qualquer e ao pé das sombras, e duvide de Deus e de sua eterna justiça”. Foi ferida nos seres mais amados de seu coração, só o espiritismo poderá acalma-las , só a comunicação dos “Espíritos” que os deixaram sofrendo a dor das dores, poderá faze-los sorrir e bendizer a grandeza de Deus, dizendo com imenso jubilo”. Pois a morte não existe. A vida irradia no infinito. E será formoso o futuro da Humanidade, com as benção do nosso Pai e de nosso amado mestre Jesus.


Adeus    

Corpo de Luz


Aqueles que gostam de meu trabalho, e querem participar do meu blog, é só sessar o link; http://wwwapenasumcorpodeluz.blogspot.com.br/ .....E fazer parte dessa Família.

Receba nossas atualizações: